O que pode acontecer quando você faz exercícios de máscaras
22/06/2020 | 10:36:45


Redução no desempenho e dificuldade para respirar Fique atento aos sinais do seu corpo, pois as máscaras impedem a respiração. As pessoas que se exercitam com máscara facial podem sentir alguma resistência à respiração, dependendo da espessura do material. Por isso, se o treino parecer mais difícil que o normal, fique atento, pois a ventilação pode não estar adequada e, dessa forma, tente reduzir a intensidade do treino. Vale reforçar que, se a boca e o nariz estiverem totalmente cobertos, pode haver alguma limitação à ingestão de ar, o que pode aumentar o desconforto e atenuar o desempenho da corrida.

Perda da eficiência da máscara
Com a prática esportiva, as máscaras tendem a ficar úmidas ou molhadas mais rapidamente e também não ficam fixas no rosto o tempo todo, se deslocando a medida que nos exercitamos. Dessa forma, a inspiração através de uma máscara ou tecido úmido, além de ser mais difícil do que quando seco, gera uma perda da eficiência antimicrobiana do acessório. Assim, as máscaras reutilizáveis trazem um pequeno risco de infecção de pele ao longo do tempo, principalmente quando não for feita a higiene necessária.

Aumento das secreções nasais
O exercício com uma máscara facial criará um microclima quente e úmido ao redor do seu rosto. Com esse efeito, a máscara transforma a metade inferior do seu rosto em uma "mini-sauna", levando a um acúmulo de suor sob a máscara e a um aumento das secreções nasais.

Existe alguma máscara apropriada para a prática esportiva?Para o maior conforto durante exercícios extenuantes, você pode usar um acessório específico para a prática esportiva, que tem formato tubular e pode ser usado como bandana ou para cobrir o pescoço e ser esticado sobre o nariz e a boca. Esses acessórios geralmente são feitos de tecidos sintéticos finos projetados para reduzir o acúmulo de calor e, como são abertos na parte inferior, promovem mais fluxo de ar do que as máscaras cirúrgicas comuns. Mas, devido a esse design aberto, eles também apresentam menos barreira à saída ou influxo de germes do que as máscaras cirúrgicas ou seu equivalente caseiro.As máscaras cirúrgicas podem bloquear os micróbios de maneira mais eficaz. Mas elas são quentes e ficam úmidas rapidamente durante os treinos. Isso pode fazer com que você retire o acessório no meio do treino, o que não só elimina o benefício da máscara, como aumenta o risco de tocar a boca e o nariz com a mão –o que deve ser sempre evitado.
Qualquer que seja a sua escolha, a melhor opção é manter a distância na prática esportiva. Fique a pelo menos dois metro de distância de quem você passa e sempre lembrar dos protocolos de segurança ao chegar em casa. (Não entrar em contato com ninguém até descartar as roupas e colocar o solado do ténis pra lavar e tomar um bom banho de cabeça. )
Fica a dica.

Por Jailton Santos
Foto: Shutterstock