Alimentação Saudável: Como fortalecer o sistema imunológico
13/07/2020 | 14:12:37

Em tempos de pandemia, os sites de buscas na internet divulgaram que houve um aumento de mais de 350% na procura por termos relacionados à imunidade/sistema imunológico e o coronavírus (COVID-19). O sistema imunológico é responsável pela defesa do nosso organismo contra invasores externos, que podem ser bactérias, fungos e vírus. Ainda não existem evidências científicas de que pessoas com o sistema imunológico operando em bom funcionamento sejam imunes à essa nova doença. Porém já se sabe que indivíduos que procuram manter uma boa saúde e alimentação de forma geral, estariam mais preparados para lidar não só com a infecção por COVID-19 como também com as infecções de forma geral. Quando falamos de melhorar nossa imunidade, a alimentação caminha junto com outros fatores importantes e é deles que vamos falar a seguir.
1. Alimentação
Nenhum alimento ou vitamina é capaz de combater o novo coronavírus ou prevenir o contágio, mas alguns alimentos quando incluídos na nossa dieta podem fortalecer o nosso sistema imunológico. Muitas vitaminas e sais minerais exercem ação antiviral e todas podem ser encontradas em alimentos que devem ser prioridade nesse momento. Dentre estes sais minerais e vitaminas, podemos citar o selênio, zinco e a vitamina D.
Alimentos fonte de Selênio: Castanha do Pará (principal fonte de selênio), Ovo; Frango, Carne Bovina, Feijão.
Alimentos fonte de Zinco: Ostras e frutos do mar, Carne de todos os tipos, principalmente vermelha, Sementes de abóbora, Amêndoas.
Alimentos fonte de vitamina D: peixes e frutos do mar, como salmão, sardinha e mariscos, ovo, leite, fígado, queijos e cogumelos. A exposição ao sol de forma controlada também auxilia na produção de vitamina D pelo nosso corpo.
É importante ressaltar que estes compostos podem trazer efeitos nocivos para a saúde caso sejam ingeridos em excesso. Busque inseri-los na alimentação, seguindo uma dieta balanceada e não façam uso de suplementos sem consultar seu médico ou nutricionista.

2. Exercício físico
A literatura científica está repleta de estudos sobre os benefícios dos exercícios para reforço do sistema imunológico, havendo quase unanimidade que a atividade física moderada é a forma mais adequada para este propósito. Para fortalecer a nossa imunidade, exercícios precisam ser realizados de maneira moderada. Atividades de alta intensidade podem ter resultado inverso no organismo. Por isso a necessidade de buscar orientação antes de iniciar qualquer atividade por conta própria para ver qual atividade física mais se adequa a você.

3. Sono regular
Segundo um estudo da Universidade Carnegie Mellon, foi constatado que quem dorme menos de 7 horas por noite está mais propenso a contrair resfriados e doenças relacionadas, devido à diminuição da imunidade. Quando a gente dorme mal ou não o suficiente, nosso corpo acaba liberando cortisol, também conhecido como hormônio do estresse. E esse hormônio em excesso faz com que nosso sistema imunológico fique um pouco mais enfraquecido. É recomendado que um indivíduo adulto tenha de 7 a 8 horas de sono por noite.
• Evitar ingerir álcool e bebidas ou alimentos que possuem cafeína (café, chá verde, chocolate)
• Tenha uma rotina e procure dormir sempre no mesmo horário todos os dias
• Se alimente 2 a 3 horas antes de se deitar para que a digestão não atrapalhe
• Leia um livro, escute músicas relaxantes, caso não consiga pegar no sono em 30 minutos.

4. Consumo de álcool e tabaco
De acordo com estudos realizados no "Instituto Norte-Americano de Alcoolismo e Abuso do Álcool (NIAAA, sigla em inglês)” o consumo excessivo de bebidas alcoólicas enfraquece nosso sistema imunológico, deixando o corpo mais propenso a contrair doenças. A diminuição ou o não uso de substâncias que podem agravar quadros de infecções é essencial para cuidarmos de nós mesmos.

5. Hidratação
Uma hidratação adequada previne que as mucosas sequem, dificultando o acesso dos vírus presentes na atmosfera. A recomendação diária é beber 35 ml de água para cada quilo de peso no nosso corpo. Exemplo: Uma pessoa de 60 kg, 60 multiplicado por 35 = 2,1Litros de água.


Anderson Lopes – Nutricionista especializado em Nutrição Esportiva e Fitoterapia.